sexta-feira, 21 de junho de 2013

Fio de Vida




A Vida
Esse fio 
Que teço 
No silêncio 
De minha 
Indecisão 
Um dia 
Se tornará 
Forte 
Se persistir 
nesse meu rito 
A fé que trago no Peito. 

A Vida 
esse fio 
Que teço 
Cuidadosamente 
Segue 
Essa sina 
De crescer 
E de querer ser forte

Passo a passo 
Ponto a ponto 
Fio a fio...

Novelo 
De minha 
Insistência 
Esse fio pequeno 
Que trabalho em mim 
No labor infindo contra o tempo 
Qualquer dia desses 
Não mais será fio 
Novelo de Vida forte será...

Do forçoso trabalho
Que constrói 
O fio de vida 
Que teço agora 
Sem medida
Esse enorme novelo meu
Que me faz esse retalho 
De minha colorida História
Trago a ternura das cores
Do que vou realizando...

Ponto a ponto
Passo a passo 
Fio a fio. 

Assim sou: 
Novelo de mim 
Forte e colorido
Porque nesse rito 
Trago no meu peito 
Essa fé pequena
Que se torna grande
Em cor e em formas...
Construo em mim 
Essa minha História: 
Fio a fio 
Ponto a ponto 
Passo a passo...
Fio de Vida!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUEM LEU?