quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

ATÉ QUE A NOITE PASSE





Até que a noite passe
vou acender um clarão de fé
nesse caminho meu...

Não vou parar
de caminhar 
a minha estrada....
até que a noite passe...

Se me faltar 
um ombro amigo
que me escute
que me console
ainda assim
não vou parar...

não vou parar o caminho
na escuridão da noite...


Nem se amigos me deixarem
E se a família, nem me notar..
não vou parar!...

E essa escuridão - a solidão
vou enfrentar...
E esse clarão
que me ilumina 
a alma - a Fé
me aquecerá do frio
da noite escura e solitária.

E, se cansar-me a fé
eu dobrarei
mesmo cansados
os meus joelhos...

E vou orar ao Deus presente, até que a noite passe.
E, assim, longe, nesse caminho meu
de novo, aparecerá o viajante solitário...
e sua voz serena e calma me ajudará...

E se quiser partir
na escuridão da noite
não vou deixá-lo
já está tarde!...
pouse comigo, Senhor!...

o choro pode até durar uma noite...
Ao amanhecer virá a alegria


E sonharei o sonho da Fé
Até que a noite passe...


Marizan di carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUEM LEU?