sábado, 16 de fevereiro de 2013

O Poder da oração de um coração arrependido

PÃO DIÁRIO

"E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra." 2 Cro.7.14


A oração é o caminho da comunicação com Deus. É por meio dela que nos expressamos à Ele, que estabelecemos  diálogo. É como  esvaziar a alma, aquietar o coração, lançar fora o medo. Quem ora, acredita mais. Suporta mais. Enfrenta melhor.

O diálogo divino - humano da oração, não deve ser feito apenas de pedidos. A oração deve ser um misto de adoração, louvor e petições.

"E se o meu povo, que se chama pelo meu nome..."

A primeira coisa que se deve considerar na oração é a sujeição a Deus. Ao orar você precisa considerar a sua filiação. Você é filho de Deus? você leva o Nome dEle no seu nome? que tipo de filho você tem sido? obediente? temeroso? que honra ao Pai? se a maioria das respostas for negativa, comece a sua oração melhorando a sua filiação.

"...se humilhar, e orar, e buscar a minha face..."

A humilhação deve anteceder a oração. Veja que humilhar e orar não são a mesma coisa. Há orações que se tornam apenas exaltação do ego. É como a oração do fariseu: eu faço, eu sou, eu tenho. Não é para se falar das qualidades pessoais que existe a oração. Deus conhece elas. Oração é para se humilhar diante daquele que tudo pode. Oramos para declarar que reconhecemos a soberania de Deus e não a nossa. Oramos para lançar sobre Ele a nossa ansiedade e não a nossa vaidade. Oramos para adorá-lo e não para fazer exigências a Ele. 

Assim, podemos buscar a sua face! É impossível buscar a Sua face e não olhar  em seus olhos.E olhar em seus olhos e não reconhecer o seu estado. Olhar nos olhos de Deus implica buscar  intimidade com Ele. Oração deve ser feita com intimidade. Intimidade é confiança. Respeito. Devoção.Orar é buscar a face de Deus. É alcançar o brilho de seu rosto. Quem alcança esse brilho, alcança paz. Quem ora olhando para a face de Deus não permanece no erro. Quem olha na face de Deus enquanto ora, contempla o brilho de sua Santidade.

"...e se converter dos seus maus caminhos"...

Oração não é apenas petição é, sobretudo, conversão e arrependimento. Ninguém que ora olhando a face de Deus e temendo o Seu nome permanece no erro. Você pode até orar em pecados, mas, não permanecerá em pecados, quando reconhecer o poder da oração de um coração arrependido.

"...então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra..."

A feliz consequência desta oração terá tríplice efeito: Deus ouvirá dos céus, perdoará os pecados e sarará a terra.

Finalmente, quando a oração é feita segundo a Vontade de Deus, partindo de um coração arrependido Deus ouve. Ele perdoa. Ele sara a terra. Logo, oração é atitude.Mudança de comportamento. Oração é conversão a Deus.

Se você ainda não orou hoje, faça isto agora. Não há modelos. Não é preciso ensaios. Se você vai fazer isto em pé ou de joelhos, não importa. O que importa é se o coração está  contrito.

Tenho dito.


Marizan di Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUEM LEU?