terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

A ÁRVORE DO QUINTO EVANGELHO E OS SEUS FRUTOS


PÃO DIÁRIO


"Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto...(Jo.15.5)


Em diversas parábolas e sermões proferidos pelo Senhor Jesus, Ele  comparou o Reino de Deus à alguns tipos de plantas e seus frutos.  No Antigo Testamento, a exemplo do Livro dos Salmos, o Justo é comparado à uma árvore frutífera, plantada junto a um ribeiro de águas límpidas; já na carta do Apóstolo Paulo aos Gálatas, uma vida plena, cheia do Espírito Santo é consequência do Fruto do Espírito.

NO ENTANTO, esta é uma questão que precisa ser melhor compreendida e até discutida  pela Igreja na atualidade. É preciso que se ensine e que se aprenda que de acordo com a proposta do Evangelho do Reino,é preciso  produzir frutos que possam dar provas de um arrependimento verdadeiro( Mt.3.8). É inaceitável que aquele que faz parte desse Reino e que professe essa fé, não possa dar  frutos como evidências.Assim, é pelo fruto produzido pela árvore que ela se faz conhecida!(Mt.7.20).

"...a fim de que se chamem árvores de justiça, plantações do SENHOR, para que ele seja glorificado(Isaias 61.3).

ENTRETANTO, há uma grande quantidade de cristãos que encontramos  diariamente , que insistem em viver um evangelho raquítico e sem frutos, por não terem um coração arrependido e transformado. Esquecem-se que os  quatro evangelhos ( Mateus, Marcos, Lucas e João) só tem sentido ou efeito, quando nos aponta em nossa vida diária o caminho para nos tornarmos, nós mesmos, o quinto Evangelho: aquele que anda, pensa, age e dar testemunho pessoal.  Eu sou o quinto Evangelho! 


PORTANTO, quem está na Videira verdadeira ( notem que a Videira é Verdadeira!), esse dá muitos frutos. Eu não posso está em Jesus e viver em adultério e prostituição. Nem tão pouco me declarar cristão ou servo do Senhor Jesus e está envolvido com as obras infrutuosas das trevas ( Efésios 5.11), as quais são: adultério, prostituição, impureza, lascívia,idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias,invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas; ( Gálatas 5.17-21).

Assim, toda a árvore boa produz bons frutos..(Mt.7.17)

FINALMENTE, o desafio está lançado. Toda árvore que está ligada no Senhor Jesus e que está sendo cuidada pelo Pai, o lavrador, essa  produz bons frutos. E os bons frutos são aqueles que permitimos ser gerados em nós pelo Espírito Santo, os quais são: paz, amor, longanimidade, domínio próprio, mansidão, bondade, e fé (Gálatas 5.22). Como está raro encontrar fé! As obras não podem por si, produzirem justificação, mas, neste caso,dão autenticidade à fé!

Bendita Árvore do Quinto Evangelho!Cada filho de Deus e do Reino, como sua plantação!(Is.61.3)


Marizan di Carvalho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

QUEM LEU?